Começando com o Redis

Voltando a falar de ferramentas/tecnológicas que eu descobri recentemente, tenho mais uma para compartilhar com vocês. Estou falando o banco de dados não relacional o Redis.

Essa informação foi tirada do próprio site do Redis.

Redis is an open source (BSD licensed), in-memory data structure store, used as a database, cache and message broker. It supports data structures such as strings, hashes, lists, sets, sorted sets with range queries, bitmaps, hyperloglogs and geospatial indexes with radius queries. Redis has built-in replication, Lua scripting, LRU eviction, transactions and different levels of on-disk persistence, and provides high availability via Redis Sentinel and automatic partitioning with Redis Cluster.

Tradução by Google Tradutor

Redis é uma fonte aberta (BSD licenciado ), armazenamento de estrutura de dados na memória, usado como banco de dados, cache e corretor de mensagens . Ele suporta estruturas de dados como seqüências de caracteres, hashes , listas , conjuntos , conjuntos classificados com consultas de intervalo , bitmaps , hyperloglogs e índices geoespaciais com consultas de raio.

Como está dizendo no site podemos usar o Redis como um banco de dados não relacional e como um cache. Então usando o Redis podemos fazer as nossas consultas nas nossa aplicações de forma incrivelmente rápida sem usar o nosso banco de dados principal.

Ele é muito usado para listar aquelas 5 ultimas noticias presentes no seu site. ou mostrar o total de alunos cadastrados na sua escola ou plataforma de ensino. Isso para mostrar os exemplos mais simples de uso do Redis.

Instalando o Redis no Linux
Para instalar em Ubuntu e derivados basta usamos o famoso apt-get

sudo apt-get install redis-server

Para instalar em Ubuntu e derivados basta usamos o famoso yum install

yum install redis

Instalando o Redis no Mac
Para ser sincero não tenho um Mac para testar a instalação, encontrei essas passos para fazer a instalação e me pareceu bem simples de instalar, para quem tem um poder testar para nós coloca nos comentários abaixo.

Basta fazer o download do arquivo tar.gz no link https://redis.io/download ir seguir os comandos

#extrair o arquivo
#cd “até a pasta a onde foi feito o download”
make test
make
sudo mv /src/redis-server /usr/bin/
sudo mv /src/redis-cli /usr/bin/
mkdir ~/.redis
touch ~./redis/redis.conf
redis-server

Instalando o Redis no Windows
O Redis oficialmente ainda não tem suporte oficial para o Windows, mas o grupo de desenvolvedores “Microsoft Open Tech” tem mantido uma versão compatível com o windows 64bits. Como diz no site oficial do Redis

The Redis project does not officially support Windows. However, the Microsoft Open Tech group develops and maintains this Windows port targeting Win64

Você pode ver mais sobre o projeto do “Microsoft Open Tech” no github

Primeiros passos no Redis
Mas como funciona o redis, vamos dizer que basicamente ele usa a relação de chave e valor. a onde usamos o comando SET para gravar uma informação e comando GET para pegar a informação presente na chave

SET
Nós usando o comenta SET gravar a informação no Redis

#Exemplo SET “chave” “valor”
SET nome “Diogo”
SET “nome completo” “Diogo Bemfica”

Obs: usar as aspas na chave é opcional quando a chave não contém espaços mas se for o caso ela é obrigatória.

Você pode ler a documentação do comando SET nesse link
SET – Redis

GET
Como dito anterior nós usamos o GET pegar a informação presente na chave

#Exemplo GET “chave”
GET nome #imprime na tela “Diogo”
GET “nome completo” #imprime na tela “Diogo Bemfica”

Você pode ler a documentação do comando GET nesse link
GET – Redis

Esse é o funcionamento básico sobre o Redis, mas com isso já podemos realizarmos muitas coisas, basta usar a criatividade.

Usando o Redis com o PHP
Agora vamos por a mão na massa, o Redis é um banco de dados que pode ser usado por praticamente todas as linguagens de programação da atualidade. Mas como a minha linguagem mãe é o PHP, vai ser com ele que vou lhes mostrar um exemplo de como usar. Para isso precisamos baixar a biblioteca “predis” no github, usando o (composer)[https://getcomposer.org/]

composer require predis/predis

Com a biblioteca instalada precisamos passar as configurações.

require_once “vendor/autoload.php”;
$redis = new Predis\Client([
    'scheme' => 'tcp',
    'host'   => '127.0.0.1',
    'port'   => 6379,
]);

Agora é fácil pois já temos uma objeto é será o responsável por fazer toda a conexão com o Redis, semelhante como o que fazemos quando usamos o PDO

SET com o PHP
Usando o comando SET para gravar a informação do Redis usando o PHP

$redis->set('nome', 'Diogo);

GET com o PHP
Usando o comando GET para pegar a informação do Redis usando o PHP

$nome = $redis->get('nome');
echo $nome //imprime na tela “Diogo”

Agora você já sabe o que é como instalar Redis e como usar ele basicamente com o nosso querido PHP, tem muita coisa para se fazer com o Redis, eu mesmo estou aprendendo. A medida que eu for descobrindo mais coisas vou passando para você. Espero que esse artigo te instigue e pesquisar e aprender mais sobre esse banco dados/cache.

De uma eu coisa eu posso te garantir como o Redis guarda as informações em memória a velocidade de leitura é incomparavelmente mais rápida que o bancos de dados relacionais que guardam as informações no disco. Com o pouco conhecimento que eu te passei aqui dá para fazer muita coisa de deixar a sua aplicação muito mais rápida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.